20 beatriz 2

Seminário Água e Cultura em Sergipe reúne estudantes e professores em Laranjeiras

 

O Auditório da UFS – campus Laranjeiras ficou lotado de professores e estudantes universitários e das escolas da rede pública, que participaram, na tarde desta quarta-feira, 16, da abertura do Seminário Água e Cultura em Sergipe. O seminário é uma iniciativa do projeto Azahar: Flor de Laranjeiras, realizado pela UFS e Fapese em parceria com a Petrobras, e segue até esta quinta-feira.

A antropóloga e professora Beatriz Gois, convidada para proferir a palestra de abertura do evento, deu uma verdadeira aula sobre a presença da água nas expressões da cultura popular e na religiosidade. Ela destacou que Laranjeiras é uma cidade onde a presença das águas tem uma força muito grande, seja em sua cultura popular, na rotina e no imaginário local.

A professora apontou ainda que o Projeto Azahar: Flor de Laranjeiras leva uma importante contribuição para a preservação da tradição cultural e conservação de elementos populares. “É um mergulho na história de suas águas, sua cultura, sua religiosidade. Traz uma conexão de Laranjeiras com as águas e estímulo à preservação da história e do meio ambiente para as novas gerações” resumiu a pesquisadora.

Beatriz Góis Dantas tem uma longa trajetória na UFS, que inclui pesquisa sobre cultura popular e religiosidade brasileira, inclusive na cidade de Laranjeiras, a publicação de diversos livros, e docência na graduação e pós-graduação do Departamento de Ciências Sociais da UFS.

Lançamento de livro

O primeiro dia do Seminário Água e Cultura em Sergipe contou com o lançamento do Livro “Laranjeiras: uma viagem no presente”, que conta com nove artigos científicos de 15 pesquisadores, professores e discentes que abordam temas como educação ambiental e patrimonial, monitoramento hídrico e qualidade da água, cultura e gestão de bacias hidrográficas.

A publicação foi organizada pelos pesquisadores Antenor de Oliveira Aguiar Netto, pós-doutor em Recursos Hídricos, professor da UFS; Neuma Rubia Figueiredo Santana, Doutora em Desenvolvimento e Meio Ambiente; e Patrícia Rosalba Salvador Moura Costa, Pós-doutora em Ciências Humanas e professora do Campus do Sertão da UFS e do Mestrado em Antropologia da UFS.

Em nome de todos os organizadores e autores, a professora pós-doutora Patricia Rosalba, conduziu a cerimônia de lançamento, e apresentou os principais temas abordados em cada um de capítulos. “As flores na natureza representam a renovação da vida. Os livros desempenham um papel semelhante porque representam a renovação das ideias” destacou a professora.

Durante a cerimônia, a professora e organizadora da obra entregou, simbolicamente, um exemplar do livro a Hitalo Gustavo Santos Silva, estudante da Escola Estadual Cônego Filadelfo Oliveira, e em seu nome, presenteou a todos os estudantes com um exemplar da obra.

O lançamento foi encerrado com um Café Com Prosa e os clássicos do forró e da música popular Brasileira ao som da sanfona de João Gabriel.

Azahar: universidade, pesquisa e comunidade

O professor Gilson Rambelli, diretor do Campus Laranjeiras da UFS parabenizou a capacidade do Projeto Azahar de criar relações com a comunidade, e ressaltou a necessidade de que a comunidade se reconheça na universidade. “Desde que chegamos a Laranjeiras, buscamos maneiras de aproximarmos o campus das pessoas da cidade. Ao abordar temáticas como Água e Cultura, reflorestamento e qualidade da água, o projeto.

Azahar contribuiu para que a cidade se apoderasse e se empoderasse da universidade”. Para o presidente da FAPESE, Carlos Alexandre Borges Garcia, o Projeto Azahar desenvolve ações de grande relevância para a comunidade de Laranjeiras, para UFS e para a Fapese. “Trata-se de um projeto que incentiva a ciência e a interação social”, avaliou. “Agradecemos a Petrobras por ações como está que tem sido desenvolvidas não apenas em Sergipe, mas em todo o país”, completou.

“O Projeto Azahar: Flor de Laranjeiras transcende o papel da universidade” destacou o Pro-Reitor de Pós Graduação e Pesquisa da UFS, Lucindo Quintans, que na solenidade representou o Magnífico Reitor Ângelo Antoniolli.

Presenças

O evento contou com a presença do chefe de departamento de Engenharia Agronômica da UFS, Airon José da Silva, da representante Regional da Petrobras, Francislene de Oliveira Cerqueira Lima; da sectária adjunta de educação de Laranjeiras, da coordenadora da Casa de Cultura de Laranjeiras, Bárbara de Souza Santos; entre outras diversas autoridades.

 

 

 

 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print