“Nesse quase um ano de ações
O Azahar tem feito história
Com parceria e amizade
Trilhamos nossa trajetória

Tecida a muitas mãos
Que se dedicam e o trabalho tocam
e de gente que chega para ajudar
Sem pedir nadinha em troca

É que todos estão juntos
Defendendo a mesma causa:
O futuro do planeta,
A natureza, gente e água

Então não esqueça de lembrar
Porque trabalhamos:
Pra ensinar que a natureza
É nosso maior patrimônio!”

O trecho é do cordel “Água Cultura: Patrimônios da gente”, que juntamente com exposição fotográfica de mesmo nome, integram a programação do 45º. Encontro Cultural de Laranjeiras. As intervenções são resultado do Edital de Ocupação Cultural da UFS, entidade parceira na realização do evento, que acontece no município desde a última quinta-feira e segue até domingo, com diversas atividades e intervenções culturais e acadêmicas.

O cordel conta as ações que o projeto Azahar: Flor de Laranjeiras tem desenvolvido no município, destacando os principais eixos de atuação e a relação com a comunidade. Interpretado pela engenheira Civil Marcela Duarte, o Cordel é de autoria da jornalista Débora Melo.

Com 18 fotografias que apresentam as belezas naturais e a riqueza cultural de Laranjeiras, a exposição fotográfica traz o pano de fundo das ações do projeto: os rios Sergipe e Cotinguiba, as ladeiras da chamada “Atenas Sergipana”, seu povo e suas cores. As imagens são de arquivo do projeto e de autoria de Débora Melo e Gabriel Santana.

“As fotografias dão para a gente uma ideia do que realmente é projeto e aproxima o público das ações realizadas. É importante que todos os projetos que valorizem a história de Sergipe, que valorizem o povo sergipano sejam apresentados em eventos como este. Estou muito feliz e contemplada”, destacou a cordelista e presidente da Academia Sergipana de Cordel, Izabel Nascimento, que visitou a exposição e levou para a casa uma cópia do cordel “Água Cultura: Patrimônios da gente”.

Ela destacou que cultura é também instrumento de educação. “É muito importante que os estudantes e as escolas conheçam o projeto por meio da exposição e do cordel. Que sirva também de estímulo aos professores, já que o projeto não tem apenas um viés”, elogiou.

Para Glaudson Souza, que é turismólogo, técnico em ecoturismo Assistente Cultural da Secretaria Municipal de Cultura de Laranjeiras, a exposição traz uma ampla visão sobre aspectos culturais e ambientais, a exemplo dos rios Sergipe e Cotinguiba.

“Apesar de fazer parte da história de Laranjeiras e ser um elemento fundamental na economia da cidade, o rio Cotinguiba vem enfrentando muitos problemas ambientais. Então, mais do que apresentar o projeto, esta exposição nos auxilia a sensibilizar a própria população para a importância de se preservar este patrimônio natural de nossa cidade tal qual a preservação das nossas manifestações culturais”, avaliou.

O projeto é uma realização da Universidade Federal de Sergipe, parceria com a Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão da UFS, em parceria com a Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental.

Encontro Cultural

O Encontro Cultural de Laranjeiras é considerado um dos mais relevantes espaços para discussão da cultura popular do Brasil. Realizado desde 1975, o evento dispõe de espaços para oficinas, exposições, teatro, simpósio, cortejo folclórico, festival de música, artesanato, culinária e shows. O encontro enche as ruas históricas do município de cores e o público respira as manifestações culturais pelos quatro cantos da cidade.

Entre as principais atividades previstas na programação do Encontro está o XLV Simpósio do Encontro Cultural de Laranjeiras, que contou com a participação de pesquisadores, gestores, produtores culturais, artistas e intelectuais de vários estados do país. Este ano, o Simpósio debateu o bicentenário do nosso Estado, com o tema “Dois Séculos de Independência de Sergipe”. 

A realização do Encontro é do Governo do Estado, através da Fundação de Cultura e Arte Aperipê em parceria com a Prefeitura Municipal de Laranjeiras, Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, Conselho Estadual de Cultura e  Universidade Federal de Sergipe.

Projeto Azahar participa de Encontro Cultural de Laranjeiras com exposição fotográfica e apresentação de cordel